Imagem de um teatro visto do palco

Valeu BrazilJS

Há alguns dias atrás rolou a edição 2015 da BrazilJS. Pra quem não conhece, e acredito que são poucos, a conferência rola em Porto Alegre durante dois dias e reúne uma galera do mundo inteiro.

A expectativa

Admito que estava numa expectativa gigante para o evento. Não é pra menos também: praticamente todo mundo que conversava falava bem da BrazilJS. E quando citava que nunca havia ido, sempre soltavam: “Caramba, Fabeni! Como assim, tu nunca foi?

Ano passado cheguei até a ganhar o convite, cerca de uma semana antes, mas motivos de força maior, como o preço da passagem e hotel, me fizeram desistir. Esse ano então, teria que ir de qualquer maneira.

O planejamento começou no início do ano pra garantir hotel e passagem a preços mais acessíveis. Eu e o pessoal da Netshoes começamos a pesquisar até que veio a boa notícia: a Netshoes iria nos ajudar com a viagem. \o/

Meus 50 centavos

Organizar o Meetup CSS, que chega no máximo 50 pessoas por edição, já dá trabalho. Fico imaginando então uma conferência para 1300 pessoas. Pai amado…

Pela pouca experiência em organização de eventos que adquiri nesses tempos, acredito que alguns pontos são fundamentais para o sucesso de um projeto (ainda mais do porte da BrazilJS):

  • ter pessoas (staffs) que serão responsáveis por determinadas áreas ou partes do evento.
  • estar bem claro as funções de cada staff no(s) dia(s) do evento.
  • ter o poder/capacidade de tomar decisões rápidas a qualquer imprevisto que possa ocorrer (e sempre ocorrem).
  • agir na maior imparcialidade do mundo.
  • fazer valer a pena, sempre pensando em todas aquelas pessoas que pagaram e muitas vezes vieram de longe pra estar ali.

Acredito que existam muito outros pontos e claro, esses são só da minha opinião pessoal. Mas acho que o pessoal da organização conseguiu blindar tanto o evento, que mesmo qualquer coisa que pudesse sair de maneira diferente do que eles imaginavam, haveria uma carta na manga para aquilo.

Os detalhes

O espaço da conferência era gigante com os stands dos patrocinadores e o palco juntos. Durante algumas palestras, o bate-papo dos stands chegou a ficar um pouco mais alto, mas acredito que nada que possa ter tirado o brilho do evento, até porque no segundo dia a organização providenciou alguns tapumes que separavam as áreas do palco e dos stands.

O conceito da conferência era em torno do aniversário de 20 anos do JavaScript e tiveram várias coisas relacionadas a isso:

  • a perfomance inicial dos Power Rangers.
  • o bolo de aniversário no final foi uma atração a parte (por sinal o Jaydson disse que foi alguém da família dele que fez; se foi, por favor, mande os parabéns; estava bem bom).
  • os vídeo-games. Que vontade que eu tava de jogar Sonic. Deu pra matar as saudades do velho e bom Mega Drive.

Outra coisa sensacional foi o encerramento. Quando todo mundo pensou que tinha acabado, rolou um open chopp e uma banda que mandou várias músicas pra agitar a galera.

Vale a pena!

Uma dica? Se você ainda não teve a oportunidade de ir a uma BrazilJS, . Esse ano a Bocoup com o objetivo de incentivar a diversidade, ofereceu algumas bolsas para a conferência.

Minha opinião sincera: é tudo aquilo mesmo que imaginava.

Gostou? Escrevi alguma groselha? Quer melhorar? Abra uma issue mencionando o post e vamos conversar.

See all posts...