Brinquedo pebolim visto de cima com jogadores nas cores preta e amarela

ES6: destructuring assignment

Conheci o grande destructuring assignment através do meu brother Weslley Araujo, e confesso que achei coisa linda. Ele nada mais é que uma expressão que nos permite pegar dados de objetos ou arrays de uma maneira bem mais simples.

Para pegarmos uma propriedade de um objeto, poderíamos fazer algo assim:

var movieStar = {
  name: 'James Bond',
  nickname: 'Bond',
  profession: 'Federal Agent'
};

console.log(movieStar.name);
// James Bond

Com o mano novo, podemos fazer algo assim:

var movieStar = {
  name: 'James Bond',
  nickname: 'Bond',
  profession: 'Federal Agent'
};

let { name, profession } = movieStar;

console.log(name, profession);

// James Bond
// Federal Agent

Com arrays

Se quiséssemos, por exemplo, pegar o primeiro item do array, poderíamos fazer algo do tipo:

var mortalKombat = ['Scorpion', 'Liu Kang', 'Sub Zero', 'Johnny Cage'];

console.log(mortalKombat[0]);
// Scorpion

Com o mano destructuring, podemos fazer algo assim:

let mortalKombat = ['Scorpion', 'Liu Kang', 'Sub Zero', 'Johnny Cage'];

let [user1, user2] = mortalKombat;

console.log(user1, user2);
// Scorpion
// Liu Kang

Ainda é possível, brincar um pouco mais:

let mortalKombat = ['Scorpion', 'Liu Kang', 'Sub Zero', 'Johnny Cage'];

let [userA, , userB] = mortalKombat;
let [user, ...users] = mortalKombat;

console.log(userA, userB);
// Scorpion
// Sub Zero

console.log(user, users);
// Scorpion
// ['Liu Kang', 'Sub Zero', 'Johnny Cage']

Usando ao importar arquivos

Uma coisa muito legal de se usar o mano destructuring assignment é quando precisamos importar coisas para os nossos arquivos. Imaginemos que tenhamos um arquivo genérico, como um arquivo helpers, algo mais ou menos assim:

// helpers.js
export function getNext(arr) {
  return (arr.length);
};

export function makeMoney() {
  ...
};
...

Legal! Agora em um outro arquivo, vamos imaginar que só iremos precisar dessas duas funções, e não do arquivo inteiro. Podemos fazer algo assim:

import { getNext, makeMoney } from '../helpers';

// Agora temos acesso as duas funções no nosso arquivo
// getNext([1, 2, 3]);
// makeMoney();

Aplicando ao forEach

Podemos também utilizar no famoso forEach. Imaginemos que tenhamos o seguinte cara:

var movieStars = [
  {
    name: 'James Bond',
    nickname: 'Bond',
    profession: 'Federal Agent'
  },
  {
    name: 'Dominic Toretto',
    nickname: 'Toretto',
    profession: 'Driver'
  },
  {
    name: 'John Rambo',
    nickname: 'Rambo',
    profession: 'Killer'
  }
];

Com isso, poderíamos fazer algo assim:

movieStars.forEach(function(star) {
  console.log(star.nickname);
});

// Bond
// Toreto
// Rambo

Utilizando um combo de arrow-functions e destructuring, poderíamos fazer algo assim:

movieStars.forEach( ({nickname}) => console.log(nickname) );

// Bond
// Toreto
// Rambo

Criando objetos

Podemos criar um objeto assim:

let username = 'Raphael Fabeni';
let nickname = 'Fabeni';

var oldGuy =  {
  username: username,
  nickname: nickname
};

console.log(oldGuy);
// {
//   nickname: "Fabeni",
//   username: "Raphael Fabeni"
// }

Dá pra ficar mais legal. ◕‿◕

let username = 'Raphael Fabeni';
let nickname = 'Fabeni';

let newGuy = { username, nickname };

console.log(newGuy);
// {
//   nickname: "Fabeni",
//   username: "Raphael Fabeni"
// }

Aqui você encontra um JS Bin com os exemplos acima.

Gostou? Escrevi alguma groselha? Quer melhorar? Abra uma issue mencionando o post e vamos conversar.

See all posts...